Redes Sociais e Academia

Spiders Web

Isso é do site do Mankiw (eu sei), mas é sobre um assunto que me interessa muito que é o uso das mídias sociais e a relação com a academia e a profissão de economista (considerando que escrevo este blog com meu nome enquanto trabalho e curso doutorado e busco publicar). Também encaixa naquela outra discussão sobre novas formas de divulgação científica.

This is from a panel discussion held at Harvard last year. (I just recently learned that it was posted online.) I show up around minute 13:00.

via Greg Mankiw’s Blog: Academic Uses of Social Media.

Anúncios

Discutindo com economistas e outros também

Parar de assinar

Antes de começar a opinar sobre os assuntos e artigos, acho importante deixar claro algumas coisas que acredito serem básicas em uma discussão.
A coluna do Noah abaixo traz sete regras básicas para debater com um economista mas que, na verdade, se aplicam à qualquer ciência social e também na política ou psicologia.
São de certa forma uma maneira popular de lembrar das falácias lógicas, principalmente as minhas preferidas: non sequitur, argumento da autoridade (exemplo 1 dele) e ad hominem (exemplo 7).

Principle 1: Credentials are not an argument.

Example: “You say Theory X is wrong…but don’t you know that Theory X is supported by Nobel Prize winners A, B, and C, not to mention famous and distinguished professors D, E, F, G, and H?”

Suggested Retort: Loud, barking laughter.

via Noahpinion: Seven principles for arguing with economists.