Complexity Modelling in Economics: the State of the Art | Economic Thought

Nada novo neste artigo publicado no Economic Thought. Faz uma descrição básica do tema complexidade e propõe modelos baseados em agente. Não direciona porém qual modelo atualmente publicado seria um melhor ponto de partida (K+S?). Vale a leitura mais como uma primeira aproximação ao tema para quem ainda não embarcou.

Complexity Modelling in Economics: the State of the ArtBruna Bruno, Marisa Faggini, Anna ParzialeAbstractThe economic crisis happening across the world over the last few years describes a range of interdependencies and interactions,and has highlighted the fundamentalf laws of neoclassical economic theory: its unedifying focus on prediction and, above all, its inability to explain how the economy really works. As such, it is increasingly recognised that economic phenomena cannot be exclusively investigated as being derived from deterministic, predictable and mechanistic dynamics. Instead, a new approach is required by which history-dependence, organic and ever-evolving processes are also accounted for. As this view implies new challenges and opportunities for policy, we will focus our attention on innovative components of Complexity Theory for the study of economics and the evaluation of public policies.

Fonte: Complexity Modelling in Economics: the State of the Art | Economic Thought

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s