Instituto Ronin para acadêmicos perdidos

Não pude deixar de me identificar com essa ideia de uma instituição para  acadêmicos fora da academia. O artigo é meio passado (seis meses atrás) mas explica bem a ideia e o idealizador.

NOTA: Ronin eram os samurais que, por qualquer motivo, ficavam sem senhor e, portanto, não presos a nenhum juramento. (perdoem a inexatidão nipófilos)

The challenge for Wilkins, going forward, will be part fund-raising and part changing the perception that serious researchers must be university professors. Ralph Haygood, one of the independent scholars who’s supporting Wilkins, believes the latter won’t be easy.“If someone is a tenured faculty member at a university, it is a reasonable supposition that they know what they’re talking about,” said Haygood, who earned a doctorate in population biology from University of California, Davis, but stopped applying for academic jobs five years ago, he said, in order to start his own business. “And so, anytime anybody comes along and wants to talk about doing science outside academia, there is a certain amount of wariness.”

via The Ronin Institute for wayward academics – Page 4 – Boston.com.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s