Competitividade do Campeonato Brasileiro

O blog Teoria dos Jogos, de marketing esportivo mostra hoje um estudo sobre competitividade no campeonato brasileiro de futebol usando o índice de HH, usando os pontos obtidos como medida de desempenho. Assim temos um viés de não identificarmos o fato de serem sempre os mesmos times no topo da tabela. Talvez se olhássemos os títulos teríamos outra visão. Do mesmo modo se formos olhar a tendência do Brasil é de concentração. O índice (no olho) dobrou nesses dez anos.

Além disso e mais que tudo concentração NÃO é competitividade. É uma abordagem tradicional mas falha. O campeonato brasileiro não me parece competitivo no sentido seletivo, já que péssimas administrações não são punidas  com insucesso esportivo e boas administrações tem pouco reconhecimento.

Há muito se convencionou que o campeonato brasileiro seria “o mais difícil do mundo”. Pode ser complexo superar o teor abstrato da afirmação, mas o fato é que ciência econômica possui artifícios capazes de mensurar o nível de competitividade dos torneios. Foi o que fez o professor Cristiano Machado Costa, Coordenador do Centro de Estudos e Análises Econômicas da FUCAPE Business School Vitória/ES. O resultado confirmou que nenhum campeonato é, no mínimo, tão equilibrado quanto o Brasileirão.

via Teoria dos Jogos » Economia aplicada ao futebol: a competitividade do Brasileirão » Arquivo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s