Política industrial regional comparada

O artigo foca em uma parte da análise evolucionária muito interessante, partindo de um experimento natural encontrado pelo autor. O foco habitual é ambiente competitivo, capacidades, interação. Neste artigo o autor busca compreender como diferentes configurações políticas (estado unitário, divisão, ente federado) podem influenciar o tipo de política que o governo adota para influenciar no ambiente competitivo, especialmente a decisão de sustentar uma indústria em fase de decadência e que tipo de consequência isto pode ter para o processo de crescimento econômico baseado em destruição criativa. Acho que podemos traçar um paralelo para o Brasil, considerando que os nossos estados possuem considerável margem de manobra tanto nos seus gastos como na receita. Os comportamentos descritos no artigo combinam com o nosso comportamento, onde cada estado compete com o outro buscando implantar novas indústrias e tenta empurrar o peso de sustentar as indústrias tradicionais para o governo federal.

Creative destruction and fiscal institutions: a long-run case study of three regions

Lars P. Feld, Jan Schnellenbach and Thushyanthan Baskaran

We analyze the rise and decline of the steel and mining industries in the regions of Saarland, Lorraine and Luxembourg. Our main focus is on the period of structural decline in these industries after the second world war. Differences in the institutional framework of these regions are exploited to analyze the way in which the broader fiscal constitution sets incentives for governments either to obstruct or to encourage structural change in the private sector. Our main result is that fiscal autonomy of a region subjected to structural change in its private sector is associated with a relatively faster decline of employment in the sectors affected. Contrary to the political lore, fiscal transfers appear not to be used to speed up the destruction of old sectors, but rather to stabilize them.

via Journal of Evolutionary Economics, Online First™ – SpringerLink.

Uma resposta para “Política industrial regional comparada

  1. Pingback: Mais vistos do ano | Gabriel Rega

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s